Vaidade masculina movimenta mercado da beleza

Durante a Beauty Fair, a mais importante feira de beleza da América Latina, que começou dia 8 e termina amanhã, dia 11 de setembro, no Expo Center Norte, em São Paulo, estão sendo apresentadas novas tecnologias para o cuidado com a beleza masculina. Outra novidade exclusiva para esse público é o ‘Espaço Barbearia’. Segundo a fisioterapeuta dermatofuncional da Ibramed Renata Guidi, os homens que passarem pelo ambiente poderão usufruir de tratamentos para barba e cabelo.

O Lyra será uma das tecnologias exibidas no evento. A técnica, de acordo com Renata, proporciona depilação definitiva quase indolor. “Isso ocorre devido aos sistemas de resfriamento (cooling e peltier) do aparelho, que congelam a ponteira, reduzindo a dor e o risco de complicações, como queimaduras”.

O procedimento é feito por meio do método de Luz Intensa Pulsada e pode reduzir de 70% a 80% dos pelos, variando de acordo com o tipo e cor do pelo e em poucas sessões. “Nos homens, as áreas mais escolhidas para a remoção dos pelos são a barba, principalmente contorno e o peitoral”, informa a dermato.

Outra tecnologia apontada pela profissional como bastante procurada pelos homens é a vaporização para a barba, aplicada com o aparelho Dermosteam. Conforme a expert, a técnica proporciona uma hidratação profunda na área tratada, além de ter uma ação fungicida e bactericida que evita a irritação da pele e pelos encravados após o barbeado. “O equipamento também é recomendado para limpeza de pele e terapia capilar”.

Mais um aparelho que garante disputar a preferência nas clínicas de estética e barbearias do País é o de alta frequência, tecnologia presente na máquina HF, capaz de higienizar a barba e tratar foliculite, inflamação do folículo capilar.

Estima-se que nos últimos dois anos, a procura dos homens por tratamentos estéticos aumentou de 20% a 30% no Brasil. “Eles estão cada vez mais vaidosos. Por isso, buscam procedimentos variados e inovadores que proporcionem benefícios para a pele, o cabelo e o corpo”, comenta a dermatofuncional Renata Guidi.

Fonte: Panorama Farmacêutico