Serasa lança serviço voltado para o microempreendedor

O Serasa Empreendedor, braço da Serasa Experian voltado ao microempreendedor, lança no mercado uma solução para dar mais segurança aos negócios das MEIs e MEs de todo o país. Baseado no score – pontuação de crédito – o novo serviço, chamado Recomendação, disponibiliza um relatório que vai permitir ao empresário avaliar individualmente e com eficiência se o perfil da empresa ou consumidor com o qual pretende fechar uma venda tem chance de pagar as contas em dia. Além disso, o produto também vai mostrar oportunidades, cuidados e dicas para conduzir uma boa negociação e estabelecer formas de pagamento mais adequadas.

“Colocamos toda a expertise da Serasa a serviço do desenvolvimento sustentável dos microempreendedores de todo o país, proporcionando análises de risco simples e convenientes aos seus negócios”, diz o vice-presidente de Micro, Pequenas e Médias Empresas da Serasa Experian, Victor Loyola.

Um dos principais benefícios da nova ferramenta é contribuir para a redução do risco de inadimplência, que tem registrado níveis recordes no país.

O resultado da consulta ao CNPJ ou CPF representa a prática de mercado a partir das análises estatísticas geradas por meio de informações disponibilizadas no banco de dados da Serasa Experian. Por meio desse processo, o novo serviço atribui scores de risco – baseados na probabilidade de descumprimento nos pagamentos – tanto para pessoa física quanto jurídica.

Além do score, como exemplo de oportunidades, cuidados e dicas compartilhados pela ferramenta estão: com determinados perfis, usar o parcelamento como forma de estreitar e fidelizar o relacionamento, entre outros.

O relatório também vai apontar quando o CNPJ estiver com status extinto, baixado, nulo, inapto e suspenso na Receita Federal ou ainda com falência decretada, autofalência, concordata, recuperação judicial e extrajudicial, inadimplente no mercado e falência requerida. De modo semelhante, a solução informa o status de um CPF quando apontado como inexistente, quando pertencente a menor de 18 anos (inclusive emancipado) ou documento bloqueado judicialmente, por exemplo.

Fonte: NewTrade