Preço da mandioca fica estável, mesmo com leve queda na demanda

Indústrias de fécula e de farinha diminuíram a demanda pela matéria-prima

Considerando a baixa liquidez nos mercados de derivados, as margens apertadas e as expectativas de preços mais baixos, as indústrias de fécula e principalmente de farinha diminuíram a demanda pela matéria-prima, segundo informações do Cepea.

Entre 30 de julho e 3 de agosto, o preço médio a prazo da tonelada de mandioca posta fecularia foi de R$ 474,25 (R$ 0,8248 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), praticamente estável frente à média anterior (R$ 474,52/t). Em valores atualizados (deflacionamento pelo IGP-DI de junho de 2018), a média da semana  passada está 16,7% abaixo da registrada no mesmo período de 2017.

Fonte: Cepea