Oferta de mandioca cai e volta a impulsionar preços

Pesquisas do Cepea mostram que os preços da mandioca subiram entre 25 e 29 de junho

Em praticamente todo o primeiro semestre de 2018, os preços da mandioca se mantiveram em baixos patamares, conforme dados do Cepea, cenário que diminuiu a rentabilidade de produtores. Porém, em junho, quase todas as raízes ofertadas são de 1º ciclo, com produtividade não muito satisfatória, segundo mandiocultores.

Desta maneira, muitos produtores passaram a optar pela poda, enquanto outros continuaram priorizando as atividades de plantio, diminuindo a oferta às indústrias de fécula e de farinha, que registraram ligeiro aumento na demanda industrial nas duas últimas semanas de junho. Neste cenário, pesquisas do Cepea mostram que os preços da mandioca subiram entre 25 e 29 de junho. A média a prazo para tonelada de posta fecularia foi de R$ 395,51 (R$ 0,6878 por grama de amido na balança hidrostática de 5 kg), alta de 2,8% frente à anterior.

Fonte: Cepea