Indústria: expectativas para 2019 são positivas

nFoi durante a entrega do prêmio Fornecedor Nota 10, promovido pela ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos Industrializados, que representantes de grandes indústrias que atuam no país contaram à jornalista Rúbia Evangelinellis quais foram seus grandes desafios em 2018, as estratégias para sobreviver à crise e seus planos e expectativas para 2019. Confira as entrevistas

Mondelez

Inovações e investimentos nas marcas foram as armas usadas pela Mondelez para enfrentar os desafios impostos em 2018. Eleita a fornecedora nota 10 na categoria de candies, para a multinacional o prêmio é a resposta positiva do trabalho desenvolvido em mais um ano de aperto econômico. “O sucesso da nossa estratégia contou com o fato de ofereceremos sortimento correto, loja perfeita e novidades”, explica Sérgio Santos, gerente regional. Para 2019, segundo informou, a empresa está construindo e fortalecendo estratégias de negócios que envolvem adequação e mais inovação de mix para dar corpo a meta global de crescimento da companhia.

Colgate-Palmolive

A partir de parcerias fortalecidas firmadas com o atacado distribuidor, que exigem um olhar atento sobre as condições de negociação, com regras ditadas pelo código de ética, a Colgate-Palmolive foi escolhida a fornecedora nota 10 na categoria de higiene pessoal. Ao receber a homenagem, Luís Neira, vice-presidente CustomerDevelopment (Desenvolvimento de Clientes), destacou a importância da aliança de confiança e a parceria diária com o canal indireto para vencer desafios. O executivo acrescenta que está otimista com 2019, quando espera crescimento de dois dígitos.

Melitta

A Melitta, fabricante de filtros e acessórios para o preparo de café, atribuia premiação especialmentea sólida parceria comercial estabelecida com os distribuidores.No acumulado de 2018, a empresa assegura que apresentou desempenho melhor do que o mercado, ampliando, assim, “a liderança” na categoria e que projeta crescimento dos negócios. E para alcançar novos larese obter a expansão numérica, aposta na aliança com o canal indireto.

Heineken

A partir de uma estratégia de expandir os negócios e alinhada àconstrução e desenvolvimento da tendência de consumo de cerveja premium, a Heinekenexperimenta um período positivo de vendas, com crescimento de duplo dígito. “Estamos colhendo os frutos da mudança do modelo de consumo para cervejas premiuns e artesanais, que são a fortaleza do nosso portfólio global, ”, diz Fernando Mancuso, diretor de atacados da companhia. Para 2019, a previsão é continuar a investir nesse nicho e apresentar lançamentos.

BRF

Dona de um mix de cerca de 300 itens e marcas conhecidas (Sadia, Perdigã,Qualy e Kidelli)e presentes em foodservice, varejo e atacado, a empresa BRF tem a seu favor o fato de oferecer consultoria técnica e produtos presentes em diferentes momentos na vida do consumidor. Manoel Martins conta que, em 2018, apesar da greve dos caminhoneiros, alta dos grãos e da crise econômica, a empresa expandiu o trabalho de execução nas lojas, ampliou o número de clientes e obteve crescimento real de cerca de 6%.

Fonte: NewTrade