Gasto com o Dia dos Namorados subiu 11%

O valor médio gasto para comprar o presente no Dia dos Namorados cresceu 11% na comparação com o ano passado, passando de R$ 250 para R$ 278 em 2018, segundo a pesquisa Hábitos de Consumo da Boa Vista, realizada pelo Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). O levantamento também aponta que não foi apenas a intenção de gastar mais que melhorou. Segundo o estudo, 67% dos consumidores disseram que irão comprar presentes para comemorar o Dia dos Namorados, um crescimento de 5 pontos percentuais (p. p.) ante 2017.

Em relação à forma de pagamentos, a pesquisa indica que, este ano, 60% dos consumidores irão pagar à vista – queda de 5 p.p. frente a 2017. Desse montante, 40% utilizarão dinheiro em espécie; 34% o cartão de débito; 22% o cartão de crédito com parcela única e 4% com boleto. Em contrapartida, 40% daqueles que vão optar pelo parcelamento – 5 p.p. acima do registrado em 2017 –, 85% usarão o cartão de crédito, 9% o carnê, 4% o boleto e 2% o cartão de débito programado. Em torno de 81% dos consumidores comprarão o presente em loja física.

Metade desse percentual concentrará as compras em shoppings; 32% em lojas de rua; 9% nas grandes redes varejistas e magazines; 2% em hipermercados e 7% em outros locais. O restante dos clientes, 19%, realizará a compra pela Internet.

Atendimento

Para 48% dos consumidores, o atendimento é o quesito principal na hora de decidir pelo local da compra. Em segundo lugar surgem as opções de parcelamento (13%), e a segurança oferecida na loja (10%). Por fim, há quem não pense em gastar com presentes nesta data. Segundo o balanço, 33% disseram que não comprarão presentes este ano – em 2017, eram 38%. Destes, 55% alegaram estar endividados e outros 25% porque não costumam comprar presentes nesta data. 17% porque estão desempregados e 3% porque irão priorizar as contas da casa.

Fonte: DCI