Cresce a produção de laranja em São Paulo e Minas Gerais

A safra de laranja 2017/18 no cinturão citrícola de São Paulo e Triângulo/Sudoeste Mineiro, onde está situada a maior parte da indústria exportadora de suco do Brasil, atingiu 398,35 milhões de caixas de 40,8 kg, a quarta maior da história, informou nesta terça-feira (10) o Fundo de Defesa da Citricultura (Fundecitrus).

O volume colhido representou um aumento de 62% ante a temporada 2016/17, atingida por problemas climáticos, ficando ainda 25% acima da média dos últimos dez anos, diz o Fundecitrus em seu balanço final sobre o ciclo. A produção 9,3% superior à projeção inicial, de maio de 2017, deverá colaborar para uma recuperação das exportações de suco de laranja do Brasil, o maior exportador global.

Conforme o Fundecitrus, a produtividade foi recorde na safra, com 1.033 caixas por hectare, ante 634 caixas no ano anterior, puxada por condições climáticas favoráveis durante a fase de florescimento, a partir de agosto de 2016. Chuvas abundantes acarretaram no aumento do peso dos frutos, que atingiu 166 gramas.

Fonte: Reuters