Brasileiros têm alta confiança no setor farmacêutico

Setor é o que gera mais confiança no Brasil

O estudo O novo consumidor latino-americano: uma questão de confiança, da consultoria Llorente & Cuenca, revela que o setor farmacêutico é o que gera mais confiança no Brasil, posicionando-se como o segundo colocado na América Latina. Os dados foram coletados com 4 mil entrevistados de nove países – além do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México Panamá, Peru e República Dominicana.

Foram analisados seis setores considerados mais próximos do cotidiano do consumidor – alimentos e bebidas, farmacêutico, serviços financeiros, varejo, telecomunicações e automotivo. A maioria dos segmentos analisados no mercado brasileiro tem uma confiança entre “boa” e “moderada”, mas o canal farma encabeça a lista, com nota 7,5 em uma escala de 1 a 10. O escore médio do setor em nível continental é de 7,2.

“Essa pontuação do Brasil está fortemente associada a fatores como credibilidade dos laboratórios e percepção de rigor nos testes a que o fármaco foi submetido”, ressalta David González Natal, líder global da área de Engajamento do Consumidor da Llorente & Cuenca. Em um setor intimamente ligado ao bem-estar, as informações detalhadas sobre o produto e os dados contidos nas bulas são particularmente importantes. É, de longe, o aspecto mais valorizado em todos os países. Mas no Brasil, a integridade nas práticas empresariais assume uma relevância maior do que nos demais mercados.

Fonte: Panorama Farmacêutico